Montras lyrics by Mariza - original song full text. Official Montras lyrics, 2020 version | LyricsMode.com
Request & respond explanations
  • Don't understand the meaning of the song?
  • Highlight lyrics and request an explanation.
  • Click on highlighted lyrics to explain.
Mariza – Montras lyrics
Ando na berma
Tropeço na confusão
Desço a avenida
E toda a cidade estende-me a mão
Sigo na rua a pé, e a gente passa
Apressada falando, o rio defronte
Voam gaivotas no horizonte

Só o teu amor é tão real
Só o teu amor

São montras ruas
E o trânsito
Não para ao sinal
São mil pessoas
Atravessando na vida real
Os emigrantes, desenganos, ciganos
Um dia normal
Como a brisa que sopra do rio
Ao fim da tarde
Em Lisboa afinal

Só o teu amor é tão real
Só o teu amor

Gente que passa
A quem se rouba o sossego
Gente que engrossa
As filas do desemprego
São vendedores, polícias, bancas, jornais
Como os barcos que passam tão cheios
Tão perto partindo do cais

Só o teu amor é tão real
Só o teu amor, só o teu amor é tão real
Só o teu amor
×



Lyrics taken from /lyrics/m/mariza/montras.html

  • Email
  • Correct

Montras meanings

Write about your feelings and thoughts about Montras

Know what this song is about? Does it mean anything special hidden between the lines to you? Share your meaning with community, make it interesting and valuable. Make sure you've read our simple tips.
U
Min 50 words
Not bad
Good
Awesome!

Post meanings

U
Min 50 words
Not bad
Good
Awesome!

official video

0-9 A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z