Loucura lyrics by Mariza - original song full text. Official Loucura lyrics, 2020 version | LyricsMode.com
Request & respond explanations
  • Don't understand the meaning of the song?
  • Highlight lyrics and request an explanation.
  • Click on highlighted lyrics to explain.
Mariza – Loucura lyrics
Sou do fado, como sei
Vivo um poema cantado
De um fado que eu inventei
A falar, não posso dar-me
Mas ponho a alma a cantar e as
Almas, as almas sabem escutar-me
Chorei, chorei, poetas do meu país
Troncos da mesma raiz
Da vida que nos juntou

E se vocês não estivessem a meu lado
Então, não havia fado
Nem fadistas como eu sou
Esta voz tão dolorida, é culpa de todos vós
Poetas da minha vida
É loucura! Oiço dizer, mas bendita esta
Loucura, de cantar e de sofrer

Chorei, chorei, poetas do meu país
Troncos da mesma raiz da vida que nos juntou
E se vocês não estivessem a meu lado
Então, não havia fado
Nem fadistas como eu sou

E se vocês não estivessem a meu lado
Então, não havia fado
Nem fadistas como eu sou
×



Lyrics taken from /lyrics/m/mariza/loucura.html

  • Email
  • Correct

Loucura meanings

Write about your feelings and thoughts about Loucura

Know what this song is about? Does it mean anything special hidden between the lines to you? Share your meaning with community, make it interesting and valuable. Make sure you've read our simple tips.
U
Min 50 words
Not bad
Good
Awesome!

Post meanings

U
Min 50 words
Not bad
Good
Awesome!

official video

0-9 A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z