Fado Português lyrics by Hoje - original song full text. Official Fado Português lyrics, 2020 version | LyricsMode.com
Request & respond explanations
  • Don't understand the meaning of the song?
  • Highlight lyrics and request an explanation.
  • Click on highlighted lyrics to explain.
Hoje – Fado Português lyrics
O Fado nasceu um dia,
Quando o vento mal bulia
E o céyou o mar prolongava

Na amurada dum veleiro,
No peito dum marinheiro
Que, estando triste, cantava,
Que, estando triste, cantava

Meu chão, meu vale

Ai, que lindeza tamanha,
Meu chão, meu monte, meu vale,
De folhas, flores, frutas de oiro
Vê se vês terras de Espanha,
Areias de Portugal,
Olhar ceguinho de choro

Na boca dum marinheiro
Do frágil barco veleiro,
Morrendo a canção magoada

Diz o pungir dos desejos
Do lábio a queimar de beijos
Que beija o ar e mais nada,
Que beija o ar e mais nada

Mãe, adeus
Mãe, adeus
Adeus, Maria
Guarda bem no teu sentido
Que aqui te faço uma jura:
Que ou te levo à sacristia,
Ou foi Deus que foi servido
Dar-me no mar sepultura

Ai, que lindeza tamanha,
Meu chão, meu monte, meu vale,
De folhas, flores, frutas de oiro
Vê se vês terras de Espanha,
Areias de Portugal,
Olhar ceguinho de choro
×



Lyrics taken from /lyrics/h/hoje/fado_portugus.html

  • Email
  • Correct

Fado Português meanings

Write about your feelings and thoughts about Fado Português

Know what this song is about? Does it mean anything special hidden between the lines to you? Share your meaning with community, make it interesting and valuable. Make sure you've read our simple tips.
U
Min 50 words
Not bad
Good
Awesome!

Post meanings

U
Min 50 words
Not bad
Good
Awesome!

official video

0-9 A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z