Povo Que Lavas No Rio lyrics by Dulce Pontes - original song full text. Official Povo Que Lavas No Rio lyrics, 2020 version | LyricsMode.com
Request & respond explanations
  • Don't understand the meaning of the song?
  • Highlight lyrics and request an explanation.
  • Click on highlighted lyrics to explain.
Dulce Pontes – Povo Que Lavas No Rio lyrics
Povo que lavas no rio
Que talhas com teu machado
As tábuas do meu caixão

Povo que lavas no rio
Que talhas com teu machado
As tábuas do meu caixão

Há-de haver quem te defenda
Que compre o teu chão sagrado
Mas a tua vida não

Fui ter à mesa redonda
Beber em malga que esconda
Um beijo de mão em mão

Fui ter à mesa redonda
Beber em malga que esconda
Um beijo de mão em mão

Era o vinho que me deste
Água pura, fruto agreste
Mas a tua vida não

Aromas de urze e de lama
Dormi com eles na cama
Tive a mesma condição
Aromas de urze e de lama
Dormi com eles na cama
Tive a mesma condição
Povo, povo eu te pertenço
Deste-me alturas de incenso
Mas a tua vida não

Ai, povo que lavas no rio
Que talhas com teu machado
As tábuas do meu caixão
Povo que lavas no rio
Que talhas com teu machado
As tábuas do meu caixão
Há-de haver quem te defenda
Quem compre o teu chão sagrado
Mas a tua vida não
×



Lyrics taken from /lyrics/d/dulce_pontes/povo_que_lavas_no_rio.html

  • Email
  • Correct

Povo Que Lavas No Rio meanings

Write about your feelings and thoughts about Povo Que Lavas No Rio

Know what this song is about? Does it mean anything special hidden between the lines to you? Share your meaning with community, make it interesting and valuable. Make sure you've read our simple tips.
U
Min 50 words
Not bad
Good
Awesome!

Post meanings

U
Min 50 words
Not bad
Good
Awesome!

official video

Featured lyrics

0-9 A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z