New! Read & write lyrics explanations
  • Highlight lyrics and explain them to earn Karma points.

Na minha cama eu tenho uma dama que eu mal conheзo,
Atraнda por esta fama que eu аs vezes exerзo
Que misйria de espнrito!
Ela dб o corpo e o espнrito por algo cheio de nada
Que misйria de espнrito a minha!
A aproveitar da degradaзгo de valores de uma coitada
Com fascнnio irracional pelo estrelato
Fascнnio irracional pelo aparato sem substrato
Mano, todos querem estar atracados aos mais amados
Para poder ter a atenзгo dos que amam os mais amados
Carкncia colectiva patolуgica
Escravos do amor escasso й a nossa tese sociolуgica
Acendo a televisгo
Vejo o Passos de Coelho a dizer que em breve saнmos da recessгo
Porque que a gente vota nesses polнticos?
Sгo extensхes do poder econуmico estб mais que explicito
Assaltam o Estado, dгo cargos aos aliados
Das autarquias aos ministйrios estб tudo maniatado
Privatizam a justiзa em nome deles
Instrumentalizam os media para nos deixar alienados
Й a falкncia da democracia representativa
Que apenas pariu corrupзгo e uma massa passiva
Uma massa inofensiva de homens que se subjugaram
Que abdicaram do paнs que eles usurparam e desmantelaram

[Refrгo]
Do meu quarto eu vejo tudo
Й aqui que eu reflicto, que eu choro e me desiludo
Do meu quarto eu vejo-me a mim
Vejo-te a ti, a tua alma e vejo o teu fim [x2]

Na aparelhagem sу tocam musicas refrescantes
Sons de Tamin, Sacik Brow e Orlando Santos
Mъsicos independentes de inegбvel talento
Mas com pouca projecзгo neste mercado aberrante
Promotores sу contratam artistas da playlist
Catapultam os catapultados e o talento desiste
Os festivais estгo cheios de artistas sem publico
Impostos por agкncias para promoverem seus mъsicos
Eles ignoram todo o teu buzz na internet
Se nгo tens TV nem rбdio o teu buzz morre na retrete
Mano, esta й a industria anti-mйritocracia
Promotores e editoras em pornografia doentia
Explicito na mesa de cabeceira tenho latas de Coca-Cola
Sacos de Mc Donalds й sу comida rafeira
Й sу toxicidade que me envenena o corpo
Por dentro eu sou uma lixeira de comida carniceira
Sou mais uma vitima dessa publicidade
Que nos cerca, para nos impor vontades e necessidades
Andamos sempre doentes a comer o que eles publicitam
Depois mйdicos dгo-nos medicamentos que nгo nos reabilitam
Claro, medicamentos que te aliviam sу temporariamente
Para seres obrigado a compra-los infinitamente
Assim vamos alimentando a industria farmacкutica
Eles bilionбrios e nуs doentes sem terapкutica

[Refrгo]

Vou para o computador
Abro o meu facebook
Sгo 5 da manha e ainda hб buй gente a postar cenas
Desabafam problemas, criticam Sistema
Sugerem temas, partilham lemas e poemas
Tudo com o propуsito de obter atenзгo
E vale tudo em busca dessa atenзгo suprema
O afecto e a atenзгo que o mundo real nгo lhes deu
O mundo real que nos tornou em cegos ou ateus
O mundo real, o da competiзгo mortal
O mundo canibal onde toda a gente й rival
Onde o amor nгo dб sinal
E jб avista o seu funeral
Onde viver й infernal
Por isso sу nos resta o virtual
Da janela eu vejo pessoas a irem para o trabalho
Abatidas, deprimidas sem vida como os espantalhos
Resignadas num trabalho que nunca desejaram ter
Resignadas na ideia que tкm de ser escravas para viver
Mano, viveram assim escravos a vida toda
Sem alegria para oferecer sem sonhos para renascer
Mano, estamos todos atrбs desse dinheiro necessбrio
Elemento prioritбrio neste sistema monetбrio
Que te diz que ser feliz e realizado й secundбrio
E que sem um salбrio tu nгo existes neste calvбrio
Eu vejo toda a nossa degradaзгo no meu quarto
Diz-me, vкs o mesmo do teu quarto?



Lyrics taken from http://www.lyricsmode.com/lyrics/v/valete/no_meu_quarto.html

Correct | Report

songmeanings

  • m
    +2
    Mario Helton AlbertoJul 3, 2013 at 7:48 pm
    Valete ja nos deixou... parece que esta noutro mundo... e apenas esta mandando cartas do que esta acontecendo no nosso mundo.
  • g
    -0
    Generous Helomane RockerAug 15, 2013 at 9:58 am
    Valete vê mundo o na sua verdadeira dimensão nós vemos com miopia
    é um verdadeiro MC, em Angola tem muitos mc's mas muitos me parecem copia de Valete, lembro-me do show Blue fest ele brincou com aquela merda

    Write about your feelings and thoughts

    Know what this song is about? Does it mean anything special hidden between the lines to you? Share your meaning with community, make it interesting and valuable. Make sure you've read our simple tips.
    u
    Unregistered
    Min 50 words
    Not bad
    Good
    Awesome!
    Explain

    Write an explanation

    Your explanation
    Add image by pasting the URLBoldItalicLink
    10 words
    Good
    Cool
    Awesome!
    Explanation guidelines:
    • Describe what artist is trying to say in a certain line, whether it's personal feelings, strong statement or something else.
    • Provide song facts, names, places and other worthy info that may give readers a perfect insight on the song's meaning.
    • Add links, pictures and videos to make your explanation more appealing. Provide quotes to support the facts you mention.
    Before you get started, be sure to check out these explanations created by our users: good, very good, great.
    ×