Add Explanation
Add Meaning
$album_name
$date_release
$writer_name
New! Read & write lyrics explanations
  • Highlight lyrics and explain them to earn Karma points.
Pedro Abrunhosa РMais Perto Do C̩u lyrics

Enquanto eu te escrevo,
Saravejo morre lenta
Uma morte amordaзada
No silкncio dos tiros
E na paz da granada.
A noite acoita o metralhar
Serб homem ou fera
Este triste uivar?
Posso ver as avenidas,
Coloridas, presentes,
Hoje sombras despidas
Do passado distante.
A vez do vizinho
Que hoje foi a enterrar,
Sozinho, claro, que morrer й ficar.
Os amantes ali estгo
Abraзados no asfalto
Onde as balas lб do alto
Os apanharam а traiзгo,
No coraзгo, que й o sнtio ideal
Para quem mata a paixгo,
Que amar й fatal.

+ perto do cйyou
Anjo d'alma azul
+ perto do cйyou
+ longe que o sul.

Calor, jб nгo hб,
Sу se for o da mortalha
Que й o lenзol que me agasalha
E a cama onde me deito
E me enrolo sobre o peito,
Recordando o cйyou azul,
E quer a norte quer a sul
A liberdade de fugir.
Ficar a resistir,
Morrer, nem pensar,
Que a coragem de aqui estar,
Como ontem em Guernica,
й a vontade de quem fica.
Vazia a dispensa
й pior a indiferenзa.
Auschwitz ou Buchenwald
Que afinal foram debalde,
Porque as cвmaras de gбs
Nгo ficaram para trбs
Estгo aqui а minha frente.
Eu sу quero estar presente
De novo em Nurembrega,
Porque um povo nгo se verga.

Refrгo

Por isso aqui estou
Com arma sem muniзгo,
Carne para canhгo
Para contar toda a verdade...
... E liberdade.
E no futuro, nem sequer se vгo lembrar
Que tudo dуi, mesmo Tolstoi
Lido а luz da curta vela.
Saravejo donzela
Tantas vezes violada,
Sempre sу, abandonada.
Tudo o que tenho
й o empenho de quem sonha.
O silкncio й vergonha,
Arma mortal, punhal
Que mata e maltrata
Escondido, sem ruнdo,
Tantas vezes repetido,
E penetra no meu corpo,
Que deixa morto
Pelas costas...
Sem resposta.
Agora й de vez.
Faz frio no inferno deste Inverno.
Cada bomba й uma sombra de indiferenзa.

Crenзa que tem que mudar.
Hб que gritar e mostrar
Ao mundo os mortos
Que o mundo ignora
E demora a perceber.
Uso a caneta
Que й a minha baioneta,
Paнs eterno
Que deixo no caderno
Tenho medo que me esqueзas
E me peзas para calar a voz,
Mas nгo o faзas,
Porque ontem foram ao outros
E hoje nуs.

Refrгo (2X)



Lyrics taken from http://www.lyricsmode.com/lyrics/p/pedro_abrunhosa/mais_perto_do_cu.html

  • Email
  • Correct

songmeanings

      Write about your feelings and thoughts

      Know what this song is about? Does it mean anything special hidden between the lines to you? Share your meaning with community, make it interesting and valuable. Make sure you've read our simple tips.
      U
      Min 50 words
      Not bad
      Good
      Awesome!
      This page is missing some information about the song. Please expand it to include this information. You can help by uploading artist's image, adding song structure elements, writing song meaning or creating lyrics explanation.

      Featuredlyrics

      Explain

      [an error occurred while processing the directive]