Add Explanation
Add Meaning
New! Read & write lyrics explanations
  • Highlight lyrics and explain them to earn Karma points.
Jeito Moleque – Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda lyrics

Eu não estou disposto
A esquecer seu rosto de vez
E acho que é tão normal
Dizem que eu sou louco
Por eu ter um gosto assim
Gostar de quem não gosta de mim

Jogue suas mãos para o céus
E agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê
De sapê

(Jogue) jogue suas mãos para o céu
E agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê

Não estou disposto
A esquecer teu rosto de vez
E acho que é tão normal
Dizem que sou muito loco
Por eu ter um gosto assim
Gostar de quem não gosta

Jogue suas mãos para o céu
E agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê
De sapê

(Jogue) jogue suas mãos para o céu
E agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê
Ou numa casinha de sapê
De sapê
De sapê, de sapê (uh, uh, uh)



Lyrics taken from /lyrics/j/jeito_moleque/na_rua_na_chuva_na_fazenda.html

  • Email
  • Correct


Music Factsabout Jeito Moleque and "Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda" song

Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda meanings

    Write about your feelings and thoughts about Fresh Start

    Know what this song is about? Does it mean anything special hidden between the lines to you? Share your meaning with community, make it interesting and valuable. Make sure you've read our simple tips.
    U
    Min 50 words
    Not bad
    Good
    Awesome!
    Explain